fileadmin/_processed_/1/2/csm_Porsche_Grit_Schoebel_20160211_88150_MarcoProsch_8264c6136c.jpg

Grit Schöbel, da Porsche Leipzig GmbH

“Contratamos especialistas em até 40 dias.“

Tendo começado em meados de 2002 com 300 colaboradores, a Porsche produz hoje uma grande parte de sua frota em Leipzig. Para o departamento de RH, o crescimento vertiginoso do quadro para 4.000 trabalhadores especializados foi uma tarefa hercúlea. No começo da produção do Macan, no fim de 2013, a equipe ganhara em dois anos 470 engenheiros e 1.100 colaboradores de produção. Uma tarefa que só foi possível graças a planos exatos de recrutamento. “Partindo da meta do início da produção, desenvolvemos um plano mestre com cronograma, marcos e métodos próprios de recrutamento e qualificação“, afirma Grit Schöbel, Diretora do Departamento de Gestão de Recursos Humanos.

Leipzig recebe apoio da Porsche Consulting e cria uma equipe de projeto de dez pessoas. Isso começa com uma análise estratégica: quem será necessário onde e quando? Abrangendo todo o grupo empresarial, a qualificação de pessoal especializado pode, finalmente, durar até dois anos. Os consultores determinam a demanda de engenheiros e especialistas para a construção de carroceria, a linha de pintura e a montagem. Eles analisam o mercado de trabalho a partir de dados estatísticos e demográficos. Assim surgem 52 perfis de qualificação. A partir daí, o departamento de RH cria planos de qualificação para cada novo colaborador. Um plano de treinamento modular é traçado de acordo com as necessidades individuais.

O Departamento de Pessoal também passa por uma reorganização e monta uma “Equipe de Recrutamento“ de sete pessoas. Ela gerencia exclusivamente a expansão do quadro. De 2011 a 2015, a Porsche recebeu mais de 100.000 candidaturas em Leipzig. “Você só consegue dar conta dessa quantidade com esporte de equipe“, diz Schöbel. Uma chave para a escolha do pessoal são os 220 dias de avaliação de candidatos, tendo, respectivamente, de seis a dez requentes de emprego. Eles fazem exercícios especializados, dão apresentações, realizam tarefas em equipes e têm uma entrevista de candidatura. Depois desse “dia de se conhecer“, fica fácil decidir que participantes serão escolhidos.

Quatro centros de treinamento em construção de carroceria, linha de pintura, logística e montagem provam ser uma via de aceleração ao emprego. Nos locais de trabalho reproduzidos nas oficinas, todos os novos colaboradores aprendem logo no começo as rotinas de produção, desde a utilização correta da aparafusadora sem fio até a melhor postura corporal ergonômica. O plano está dando certo: o Macan teve um dos melhores inícios de produção da história do Grupo Volkswagen. As novas ferramentas de recrutamento e qualificação também ajudam a fábrica a crescer mais, como na ampliação do quadro em 400 engenheiros e 540 trabalhadores para a próxima geração do Panamera. Hoje a equipe tem condições de contratar em até 40 dias especialistas que se enquadrem bem à empresa.