Bens industriais

Eles pertencem à espinha dorsal da economia: especialistas das áreas de engenharia mecânica e industrial, assim  como do setor elétrico. A qualidade de seus produtos e projetos altamente individuais cativa internacionalmente a maior reputação. Por trás disso estão desenvolvimentos excelentes. Suas vantagens em qualidade e inovação exigem uma salvaguarda econômica – em um negócio que é marcado muito mais por projetos individuais do que por uma produção em série. Disso resultam tarefas empresariais concretas.

Questões centrais

  • Projeto com produtos e soluções individuais versus entrega de produto mais rápida, mais flexível, mais confiável e de custos mais baixos: como é possível gerir este ato de equilíbrio?
  • Como reduzir desperdícios e custos a longo prazo?
  • Quais condições de trabalho nossos engenheiros precisam para ser mais eficientes e inovadores?
  • Como localizar forças ocultas para dar um impulso adicional para a inovação?
  • Como serviços perfeitos geram mais valor para o produtor e para o cliente?
  • Como minimizar riscos ao entrar em novos mercados e como garantir o sucesso?

Estratégias e soluções

Nossa equipe internacional de especialistas tem muitos anos de conhecimento do setor industrial e possui mais de 60 consultores que, em equipes de projetos, desenvolvem e implementam concepções estratégicas. Com a mudança da produção segmentada para a produção em linha, eles lançaram um marco no campo da produção. Mas eles também criam excelentes processos em toda a empresa, obtendo assim aumentos de produtividade de mais de dez por cento.

Empresas de engenharia mecânica e elétrica têm que suportar uma entrada de pedidos com forte flutuação nos negócios com projetos. Até a virada do milênio, elas podiam amortecer esta flutuação com estoques grandes e prazos de entrega longos. No entanto, hoje seus clientes não aceitam mais longos períodos de espera: enquanto antes era comum que entre a encomenda e a entrega de uma máquina se passassem de 12 a 18 meses, hoje o prazo de entrega é de apenas 12 semanas. Para possibilitar este curto prazo é absolutamente decisivo que todos os processos individuais estejam perfeitamente coordenados uns com os outros. Para isso, a Porsche Consulting trabalha com alavancas. Só na gestão de fornecedores, esta ferramenta pode reduzir o tempo de compra quase pela metade. Mas o maior efeito é conseguido através da otimização de todos os processos em todas as áreas da empresa.

Quem não cria novas invenções, não vai conseguir se manter a longo prazo. O importante é manter o interesse dos clientes através de inovações contínuas. Ao mesmo tempo, aumentam os níveis de complexidade: a mecânica, a eletrônica, software – mais e mais disciplinas cada vez mais abrangentes estão envolvidas no desenvolvimento do produto. Nesse processo, a indústria automotiva pode servir de exemplo em termos de rapidez, transparência e eficiência. Um exemplo são métodos de desenvolvimento ágeis e inovadores baseados em simulação e digitalização.

Os clientes da indústria exigem soluções individuais, enquanto os produtores operam em limites bem definidos. A crença para resultados bem sucedidos é o seguinte: tão padronizado quanto necessário, tão individual quanto possível. O princípio modular possibilita economia através de efeitos de escala,  que geralmente só são possíveis em produções de grandes quantidades. Nos projetos da Porsche Consulting desse tipo foi possível alcançar uma padronização de até 60 por cento através do uso de peças iguais, o que resultou em uma redução de custos de 20 a 30 por cento. Ao mesmo tempo os indicadores de qualidade e confiabilidade de entrega aumentaram significantemente.

A primeira máquina é vendida pelo setor de vendas, a segunda pelo de serviços: a pós-venda tem grande influência na satisfação do cliente. Além disso, o retorno estruturado a partir de dados de campo são a fonte da qual jorram informações importantes para a melhoria contínua dos produtos. Com a Porsche Consulting as empresas criam uma nova estratégia de pós-venda: com isso, empresas de médio porte podem atender seus clientes em todo o mundo de forma mais rápida e melhor. Empresas maiores, que já têm representação internacional, continuarão crescendo com seus clientes. Pós-venda não consiste mais apenas na colocação em funcionamento e manutenção de máquinas, mas em um pacote de serviços gerais, que é fortemente marcado pelo suporte de serviços digitais.

Assim como para a fabricante de carros esporte Porsche a produção de carros com volante do lado esquerdo ou do lado direito em uma linha de produção mista é uma coisa óbvia, produtores de máquinas e empresas de eletrônicos também levam em conta as variações específicas de diferentes países. Alguns exemplos são regulamentos nacionais e hábitos de operação de máquinas e aparelhos eletrônicos. Aqui também são levadas em conta a respectiva qualificação do pessoal. Em mercados de economia emergente o descuido e a falta de experiência são alguns dos riscos mais perigosos. Através de uma preparação sólida junto a nossos clientes, criamos as condições para um crescimento saudável em mercados promissores. Nossos consultores com origens interculturais e um conhecimento profundo da prática local ajudam na criação da estratégia certa para a entrada no mercado. Além disso, eles estão presentes quando se trata de adaptar produtos às diferentes condições do mercado. Afinal, muitas vezes o que importa nos mercados emergentes não é a tecnologia cara, mas em primeiro plano a funcionalidade certa para o local de trabalho.

Contato

Rüdiger Leutz

Diretor Geral
Porsche Consulting Ltda., Brasil

Tel: +55–11–3036-8911
E-mail: Ruediger.Leutz@porsche.de
Av. Dr. Chucri Zaidan 1240
Ed. Golden Tower - 25º andar
04711-130 – São Paulo – SP
Brasil